Propriedades Medicinais da Maçã

Propriedades nutricionais da maçã oferecem benefícios para a saúde

Uma alimentação considerada saudável é uma alimentação equilibrada, colorida, rica em antioxidantes, fibras e sempre com o consumo de alimentos funcionais. Consideram-se alimentos funcionais todos aqueles que apresentam um impacto positivo na saúde, ou seja, qualquer alimento que tenha ação preventiva em relação a alguma doença.

São alimentos funcionais os que contêm antioxidantes, microorganismos probióticos e/ou outros componentes bioativos capazes de auxiliar na redução de risco de enfermidades crônicas não transmissíveis, além, é claro, de seu alto valor nutritivo. Antioxidantes são substâncias que se opõem à ação dos radicais livres no organismo.

As mais importantes são as vitaminas A, C e D, o ácido fólico, os polifenóis, os taninos e algumas enzimas. Radicais livres são moléculas instáveis e reativas, que tendem a retirar elétrons de outras moléculas e que participam ativamente no processo de oxidação e envelhecimento celular. Probióticos são microorganismos que desempenham a ação de proteção intestinal.

Várias frutas e legumes são chamados de alimentos funcionais, pois, além de saciar a fome, mantêm o organismo em equilíbrio e previnem doenças. Alguns alimentos vêm sendo investigados quanto à presença de substâncias capazes de contribuir na prevenção de certas enfermidades, e entre eles destaca-se a maçã. Tecnicamente, pode-se afirmar que a maçã possui, em sua composição funcional, ação antioxidante que auxilia, entre vários outros aspectos, a redução do risco de doenças cardiovasculares.

A maçã possui uma série de nutrientes benéficos ao nosso organismo e, para usufruir desse resultado preventivo, é recomendado, no mínimo, o consumo de uma maçã ou de um copo de suco de maçã integral (natural) por dia. Os pesticidas e outros químicos são usados comumente na produção e armazenagem das maçãs, e infelizmente isso se reflete no fruto, principalmente na casca. Por isso, antes de comer maçãs, lave-as bem em água corrente ou descasque-as mesmo, para evitar ingerir eventuais substâncias tóxicas. Logicamente, é recomendável consumir frutos de origem orgânica para evitar esse tipo de problemas.

A maçã é considerada uma escova de dente natural, e, embora não limpe propriamente os dentes, tem função importante no auxílio à higiene bucal, pois é considerada um alimento detergente, ou seja, é capaz de limpar a superfície dos dentes durante a mastigação. Morder e mastigar uma maçã estimula as gengivas e seu sabor aumenta a quantidade de saliva, diminuindo o número de bactérias na boca e evitando a cárie. No entanto, é bom salientar, isso não elimina a necessidade de uma boa escovação dental.

A ingestão de frutas está sempre relacionada a hábitos saudáveis de vida, e a maçã é rica em nutrientes essenciais para nosso organismo. Na maçã há fibras que atuam no sistema digestório, flavonóides que combatem os radicais livres responsáveis pelo envelhecimento precoce, vitaminas B1 e B2 que ajudam a regular o sistema nervoso, e outros nutrientes, que serão tratados a seguir.

Maçã e colesterol

A maçã contém um tipo de carboidrato complexo, a pectina, que forma as fibras das frutas e que, uma vez dissolvido em água, produz uma massa gelatinosa, viscosa, que absorve os ácidos biliares no tubo digestivo, diminuindo-os junto com as fezes. Assim, não havendo a reciclagem dos ácidos biliares no tubo digestivo, o organismo mobiliza o colesterol para formar novos ácidos biliares, indispensáveis no metabolismo das gorduras e do colesterol; consequentemente, diminui-se a taxa de colesterol sérico do organismo.

A pectina torna a absorção de glicose menos eficiente na luz intestinal, fazendo com que o açúcar penetre no sangue mais lentamente, evitando dessa maneira que não ocorra aumento em pico da insulina. Esse processo evita a transformação do açúcar em gordura. Outra ação da pectina é a de evitar a formação de cálculos biliares, pois os ácidos biliares que normalmente retornam para o fígado estão saturados de colesterol, sendo, por isso, responsáveis pela formação de cálculos.

Maçã e o coração

A maçã age beneficamente sobre o coração de duas maneiras: pela presença de alto teor de potássio, indispensável na geração de energia para a atividade celular, nas contrações musculares e na transmissão de estímulos nervosos, já que ele é um elemento insubstituível na fisiologia do coração; e pela presença de pectina, que evita a deposição de gorduras na parede arterial, evitando a arteriosclerose. Com isso, melhora a circulação sanguínea, reduzindo o trabalho cardíaco, prolongando a vida útil do coração.

Maçã e emagrecimento

A pobreza da maçã em sal e proteínas favorecerá seu uso em patologias circulatórias, bem como em dietas de emagrecimento. O efeito emagrecedor da maçã estabelece-se em dois níveis: o primeiro pela ação já vista da pectina, que dificulta a absorção das gorduras, da glicose e elimina o colesterol; o segundo é consequência do primeiro efeito, e o organismo é obrigado a gastar calorias de reserva, acumuladas sob a forma de gordura.

O alto teor de potássio contido na polpa da maçã faz eliminar o sódio excedente e, consequentemente, o excesso de água retida no corpo. As fibras da maçã dão também uma sensação de saciedade, e, portanto, são um bom auxílio no controle de peso e obesidade.

Prevenção de diarréias e prisão de ventre

As fibras da maçã são também uma boa contribuição para a regularidade intestinal, uma vez que ajudam a nivelar a quantidade de água presente nas fezes, ajudando a atenuar problemas tanto de prisão de ventre quanto de diarréias. O ideal é consumir muitas frutas variadas ao longo do dia, algo como quatro porções, sendo pelo menos uma maçã, que pode ser ingerida com a casca, desde que bem lavada, pois é nela que se concentram a maioria dos nutrientes.

A maçã, com seu poder adstringente (de absorver água), e pelo conteúdo de taninos atua contra a inflamação intestinal, como nos casos de disenteria infantil. Estudos sobre diarréia e disenteria infantil, com tratamento de dois dias com maçã crua ralada, com doses de 200 a 300 gramas, cinco vezes ao dia, mostraram a atuação surpreendentemente rápida em cessar as diarréias em diferentes tipos. Mantendo constantemente o consumo de maçãs, depois de dois dias já é possível introduzir uma alimentação usual.

A perigosa prisão de ventre crônica (obstipação intestinal) pode ser tratada, segundo alguns estudos, mediante o consumo, três vezes ao dia, de sidra de maçã, antes das refeições, devendo-se seguramente a sua ação à influência que exerce sobre as colônias bacterianas do intestino. Outro benefício das fibras consiste na sua capacidade de captação de potenciais substâncias tóxicas (como metais pesados) que depois são eliminadas do corpo com a ajuda da maçã, pelas fezes.

Problemas respiratórios e digestivos

Graças ao seu conteúdo de ferro, a maçã fornece resultados especiais no tratamento de tuberculose, bronquite e asma. É também o mais apropriado fruto para doentes dos órgãos digestivos. Combate a acidez do estômago porque provoca abundante secreção salivar. É um desinfetante intestinal em razão do ácido málico que possui, pois ele neutraliza a ação dos germes patogênicos. A maçã é um “remédio” por excelência para a maioria dos males do aparelho digestório.

Saiba mais

A maçã é um dos frutos mais apreciados do mundo; além de 85% de água, contém 12% de açúcar, ácidos orgânicos, pectina, tanino, vitaminas B1, B2, PP, C, E e provitamina A. Seu agradável aroma é resultante de uma essência existente na casca. Refrescante pelo seu abundante suco, ligeiramente ácido, estimula as glândulas digestivas e protege a mucosa gástrica. É um excelente alimento complementar que favorece especialmente a assimilação do cálcio. A maçã, por suas reconhecidas propriedades antioxidantes, tem numerosas utilizações.

Estudos com idosos em uma cidade do interior do Rio Grande do Sul indicaram que o consumo de vários produtos da maçã, entre eles o chá de maçã, feito de maçã seca, levou a um aumento da expectativa de vida dessa população, em relação à média da população do Brasil. Além de prevenir o colesterol, uma dieta com maçãs pode reduzir os riscos de doenças pulmonares, cardíacas, asma, diabetes e o desenvolvimento de câncer, além de ajudar a perder peso.

Os benefícios da maçã para a Saúde

Ajuda na digestão e modera o apetite Limpa o sangue e previne o derrame Reduz o colesterol por meio de suas fibras

Atua contra a diarréia e reumatismo

Previne alergias

Melhora a respiração e infecções de garganta

Retarda o processo de envelhecimento

Previne o câncer digestivo

Impede a formação de cálculos

Excelente para o cérebro e para um sono mais tranquilo (devido o ácido fosfórico)

Mas, é bom sempre lembrar que só se consegue tudo isso aliando hábitos de vida saudáveis a uma alimentação equilibrada e ao consumo de uma maçã por dia.

Maureen Gregson Maçã – equilíbrio e saúde

http://www.jornalpequeno.com.br/2011/9/19/propriedades-nutricionais-da-maca-oferecem-beneficios-para-a-saude-170385.htm

 

Deixe um comentário

Nenhum comentário ainda.

Comments RSS TrackBack Identifier URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s